quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Dia Cinzento




Sinto-me num dia sozinho,
cinzento e amargo
O dia mais sozinho de sempre

Sinto-me num dia sozinho
o dia mais só da minha vida
Sem brisa morna a tocares-me

Este dia de ser sozinho
nem devia existir
se pudesse apagava-o
de mim

Mas é meu o dia
o dia mais sozinho de sempre
e sem ti para te contar

Se não estás
é porque te foste
Se te foste
é porque já não és

No dia mais sozinho de sempre
não sei se sobreviverei
sem ti

Sem comentários: