segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Quero perder-me em ti...


menino só e feliz
sorrindo como um perdido
pensando loucuras sem sentido

Quero encontrar-te em mim...

donzela fugaz e etérea
sorrindo com malícia carmim
nada dizendo e dançando em mim

Foge comigo para ali...

lugar sem tristeza ou medo
onde o amor é névoa sincera
e em nós nasceu cedo
como semente que não espera.

1 comentário:

matta ari e indiana gomes disse...

Por este andar vais publicar o primeiro livro muito em breve! Só faltam mais alguns poemas! Brevemente serás contactado por um mecenas!
Continua a escrever que nós seremos leitores assíduos!